TRICAMPEÃO DA STANLEY CUP! LET'S GO PENS!

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Um mal-necessário é preciso pairar nos céus de Pittsburgh.

Obviamente, qualquer torcedor de determinada equipe sempre sonha e deseja que seu time esteja sempre nos holofotes e noticiários nacionais e porque não internacionais.
Nós, torcedores dos Penguins não podemos e nem somos diferentes dessa realidade esportiva mundial. E até porque, já estamos muito acostumados com todo esse clima de brilhantismo em Pittsburgh desde a temporada de 2006-07 quando Sidney Crosby e Evgeni Malkin fizeram sua primeira temporada juntos.
Também, eles foram "culpados" por isso desde a temporada inaugural. Juntos, eles foram responsáveis por 214 pontos. (125 para Crosby e 89 para Malkin).
**Já incluso os números dos Playoffs.

Mas, claro, não podemos esquecer outros jogadores que os cercaram desde tal data citada acima. Nomes como Marc-Andre Fleury, Jordan Staal, Tyler Kennedy, Brooks Orpik, Kris Letang, entre tantos outros contribuíram muito para que essa rotulagem pairasse sobre os céus de Pittsburgh.

Não querendo ser ingrato, mas tínhamos também um General-Manager que acompanhava a "onda" do time e tinha também o seu enorme peso. Ray Shero gostava das câmeras e sempre tinha um "As" na manga em todo período de trocas e um bom contato com os Free-Agents.
Não se falava em outra coisa a não ser o que, e quem Shero poderia fazer e trazer para o já elenco estrelado dos Penguins.

Jogadores estrelas, treinador badalado, GM ousado e algumas rotulagens sempre deixavam o time muito bem falado e também muito bem cotado para vencer a temporada, mesmo estando em meados de novembro/dezembro. E isso também nos dava uma pequena obrigação de cumprir e atingir as metas estipuladas por meios especialistas do esporte e de claro, também, seu exigente torcedor.
Ai novamente entra a figura de nosso ex-GM quando trouxe Jarome Iginla, Brenden Morrow, Douglas Murray, entre tantos outros.
Trocas trazendo James Neal e Matt Niskanen deu ainda mais ao GM uma credibilidade extra.
Para ser justo, vale ressaltar que Shero estava fazendo o seu trabalho e, de maneira brilhante. Mas indiretamente também colocando o time nas lentes das câmeras e ser figurinha carimbada nos jornais especializados do esporte.

Agora a página foi virada. Shero tomou seu caminho, assim como Dan Bylsma.
Jim Rutherford chegou para ser o novo GM e com ele veio Mike Johnston para ser o novo Head-Coach. Claro que ainda é cedo para julgar o trabalho de Rutherford. Até agora umas trocas aqui, outras acolá.
Seu movimento que mais chamou atenção(até tal data) foi a troca envolvendo James Neal, que foi enviado para o Nashville Predators e em troca recebemos Nick Spaling e Patric Hornqvist. Mas como diz o ditado: "Não há como agradar Gregos e Troianos", já que uns gostaram da troca e outros repudiaram a mesma.
Steve Downie (ex-Flyers), Blake Comeau (ex-Blue Jackets) e o goleiro Thomas Greiss (ex-Coyotes) chegaram sem fazer barulho.
Esse ultimo citado (Greiss), talvez nem seja o reserva imediato de Fleury, já que Jeff Zatkoff teve seu contrato estendido e deverá ter sua segunda oportunidade na liga.

Desta vez, a movimentação que mais chamou a atenção das mídias esportivas não foram chegadas e sim as partidas. Orpik e Niskanen juntaram suas malas e partiram para a capital americana após receberem uma proposta quase que irrecusável dos Capitals.
Orpik receberá perto de 28 milhões de dólares nos próximos 5 anos e Nisk até 2021 embolsará mais de 40 milhões de dólares.
Nosso ex-camisa 44 teve sua história em Pittsburgh e merece nosso respeito por isso. Mas já são 33 anos de idade e algumas temporadas sofrendo com lesões. Na ultima pós-temporada foram apenas 5 jogos disputados.
-Opinião do redator: Não acho que Brooks valeria tanto investimento financeiro por tanto tempo. Deveria ter lhe oferecido pelo menos mais uma temporada. Caso isso tenha sido feito e o mesmo tenha recusado, vou uma boa te-lo liberado.-

Por sua vez, Niskanen de 27 anos poderia ter permanecido em Pitts, mas ele se foi. E para seu lugar, nosso novo GM agiu rápido e trouxe o alemão Christian Ehrhoff.
O "problema" disso é que deixamos de renovar com Nisk por mais 4, 5 temporadas e acertamos com Ehrhoff por uma apenas temporada, por 4 milhões de dólares.
-Outra opinião do retador: Não perdemos e nem ganhamos com essa "troca". A grande questão é: "Porque apenas uma temporada Ehrhoff?". Você pode preferir nosso ex-camisa 2 ou nosso possível novo camisa 10. Tecnicamente não há diferença entre os dois, eles se equivalem, a diferença é que Ehrhoff é 5 anos mais velho-.
Só que mais uma vez não fomos badalados por tal aquisição. Ponto positivo.

Lee Stempniak acaba de juntar as malas e partir para Broadway, onde receberá 900 mil dólares dos Rangers por uma temporada. Pra lá também foi Tanner Glass, que não vinha fazendo muita coisa.
Deryk Engelland jogará em Calgary, enquanto Jussi Jokinen se mudou para Flórida e jogará nos Panthers pelas próximas 4 temporadas.
Joe Vitale também não ficou e partiu para jogar no "novo" Arizona Coyotes.

Fato é, que tudo isso que vem acontecendo ao longo das temporadas, os brilhos das câmeras, os holofotes, os destaques nos noticiários esportivos são nada mais nada menos que frutos do que a franquia plantou no passado. Claro, não podemos por esse "peso" somente nas costas de nossos dirigentes, pois nós, torcedores, seja no Brasil, Estados Unidos e ao redor do planeta terra vive se gabando em sempre ter um time favorito e competitivo.

Agora, a realidade está prestes a se tornar outra. Um novo trabalho, uma nova cara, foi assim que o manda-chuva, Ronald Burkle disse após a demissão de Shero.
Não podemos ser ingratos e culpar esses mesmos diretores por sempre nos dar um time competitivo, longe disso, mas agora é a hora de virar a chave.
Sim... Continuaremos tendo um time competitivo, pois temos dois dos cinco melhores jogadores do mundo, mas que todo esse brilhantismo e ar de favoritos vá para outro lugar. Para Manhattan por exemplo. Lugar onde tudo que acontece ganha uma carga de ibope além do comum.

Penguins, sempre favorito, mas as vezes, para o bem da equipe é bom que esse rótulo nos deixe... Pelo menos por enquanto.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Crosby não precisará fazer cirurgia no pulso

Maple Leafs Penguins Hockey

O capitão do Pittsburgh Penguins Sidney Crosby está tratando uma lesão no pulso que adquiriu durante a temporada. “Depois de uma pesquisa, os médicos decidiram não realizar a cirurgia no pulso de Sidney Crosby. Sid vai continuar os tratamentos e ser avaliado regularmente, enquanto ele se prepara para o Campo de Treinamento em Setembro”, disse o GM do Penguins Jim Rutherford.

A notícia da lesão foi revelada somente semana passada e o GM chegou a cogitar a possibilidade de uma cirurgia artroscópica no pulso de Sid. Os rumores de uma lesão surgiram durante os playoffs do Penguins, onde em 13 jogos, Crosby marcou apenas um gol e oito assistências.

Crosby foi escolhido o melhor jogador da temporada 2013/14, levando para casa o Troféu Hart, o Art Ross e o Ted Lindsay Award.

Nos acompanhe no Facebook, clicando na Imagem:

Capa

LET’S GO PENS!

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Agência Livre: Penguins assina com Steve Downie

Capitals Flyers Hockey

O Pittsburgh penguins assinou com o atacante Steve Downie um contrato de um ano no valor de U$ 1 milhão. Downie, 27 anos, dividiu a temporada regular de 2013-14 com o Colorado Avalanche e o Philadelphia Flyers, marcando 24 pontos (4G-20A) e 106 minutos de penalização em 62 jogos.

Downie teve sua melhor temporada na NHL com o Tampa Bay Lightning em 2009-10, quando o atual assistente técnico do Penguins Rick Tocchet era seu treinador. Naquele ano, Steve que é natural de Newmarket, Ontário, marcou 22 gols, 24 assistências e 46 pontos, com 208 minutos de penalização em 79 jogos. Ele também marcou dois gols em sete jogos no Campeonato Mundial pela seleção canadense.

downie

No ano seguinte, Downie ajudou o Lightning a chegar às finais da Conferência Leste, marcando 14 pontos (2G-12A) em 17 jogos nos playoffs. Em 336 jogos na NHL, jogando pelo Philadelphia, Tampa Bay e Colorado, Downie marcou 59 gols, 103 assistências, 162 pontos e 766 minutos de penalização. Ele também marcou 15 pontos, 2 gols, 13 assistências em 23 jogos de playoffs.

steve-downie

Draftado pelo Flyers na primeira rodada (29ª escolha) do Draft de 2005 ele dividiu sua carreira júnior no Windsor, Peterborough e Kitchener na Ontário Hockey League (OHL). No Peterborough ele conquistou a Memorial Cup na temporada 2005-06.

Em 2006 e 2007 ele ganhou medalha de ouro no Campeonato Mundial Júnior pelo Canadá e foi escolhido para o All-Star Team do Torneio de 2006.

Capa

LET’S GO PENS!

Penguins renova contrato com Marcel Goc

BjnWe3sCUAEQ0E9

O Pittsburgh Penguins renovou contrato com o atacante Marcel Goc por mais um ano, no valor de U$ 1,2 milhão. Goc, 30 anos, se juntou ao Penguins em março deste ano, adquirido do Florida Panthers no Trade Deadline. Ele jogou 12 jogos na temporada regular pelo Penguins, fazendo duas assistências.

Ele apareceu em nove jogos da pós-temporada após perder nove jogos da temporada regular e os quatro primeiros dos playoffs devido a uma lesão. Goc jogou 74 jogos na temporada 2013-14 entre o Penguins e o Panthers, marcando 11 gols, 14 assistências e 25 pontos. Na época em que foi adquirido pelo Penguins, Goc estava em primeiro lugar entre os atacantes do Flórida com 103 hits e 41 bloqueios de chutes.

6a00d83451b26169e20154336636b3970c

Goc é natural de Calw, Alemanha e jogou 562 jogos em sua carreira na NHL, onde jogou no San José Sharkes, Nashville, Flórida e Pittsburgh, registrando no total 72 gols, 107 assistências e 179 pontos. Ele também jogou 59 jogos na pós-temporada, registrando 15 pontos (5G-10A).

Originalmente draftado pelo Sharks na primeira rodada (20ª escolha) no Draft de 2001, Goc representou a Alemanha nos Jogos Olímpicos de 2006 e 2010, em 7 Campeonatos Mundias, 4 Campeonatos Mundiais de Juniores e na Copa do Mundo de Hóquei em 2004.

Em 2010, Goc foi o capitão dos alemães quando acabaram em quarto lugar no Campeonato Mudnial. A melhor colocação do país naquele torneio em 72 anos.

marcel-goc-nhl-phoenix-coyotes-pittsburgh-penguins

Capa

LET’S GO PENS!

Agência Livre: Penguins assina com o defensor Taylor Chorney

chorney1

O Pittsburgh Penguins assinou com o defensor Taylor Chorney um contrato de um ano no valor de U$ 550.000. Taylor tem 27 anos, e jogava no Chicago Wolves da American Hockey League (AHL) na temporada 2013-14, sendo o capitão do time. Ele marcou 25 pontos (5G-20A) em 69 jogos pela AHL na temporada regular e dois pontos (1G-1A) em nove jogos dos playoffs. Suas 20 assistências e 25 pontos foram seus maiores números em sua carreira da AHL.

130978862_slide

Taylor jogou quatro temporadas da NHL com o St.Louis e o Edmonton Oilers, marcando sete pontos (1G-6A) em 61 jogos. O pai de Chorney, Marc, foi defensor do Pittsburgh Penguins de 1980 a 83. Marc Chorney jogou 139 jogos pelo Penguins, registrando cinco gols, 18 assistências e 23 pontos.

Nativo de Thunder Bay, Ontário, Chorney jogou seis temporadas no Springfield, Oklahoma City, Peoria e Chicago da AHL, marcando 27 gols, 96 assistências e 123 pontos em 338 jogos na temporada regular.

Chorney representou os Estados Unidos várias vezes, incluindo na conquista da medalha de ouro no Campeonato Mundial Sub-18 de 2005 e uma medalha de bronze no Campeonato Mundial Júnior de 2007. Ele também jogou pela seleção americana Júnior nos Mundiais de 2006 e 2010.

Originalmente draftado pelo Oilers na segunda rodada (36ª escolha) do Draft de 2005, Chorney jogou três temporadas pela Universidade de Dakota do Norte de 2005 a 2008, sendo escolhido para o Time All-America de 2007-08. Ele também jogou uma temporada no Programa de Desenvolvimento de Equipes Nacionais dos Estados Unidos (NTDP) em 2004-05 e passou dois anos no Shattuck de Santa Maria, a mesma escola preparatória de Sidney Crosby.

Taylor Chorney-6

Capa

LET’S GO PENS!

Penguins renova contrato com Nick Drazenovic

Drazenovic-Weekly

O Pittsburgh Penguins renovou contrato com o Atacante Nick Drazenovic por um ano no valor de U$ 550.000. Drazenovic, 27 anos, jogou a maior parte da temporada regular 2013-14 no Wilkes-Barre/Scranton na American Hockey League (AHL). O Wilkes é um time afiliado do Penguins nas Ligas Menores. Drazenovic jogou no dia 15 de janeiro contra o Washington Capitals.

Drazenovic terminou a temporada regular em segundo lugar no WBS com 29 assistências e 42 pontos. Nos playoffs ele marcou um gol e fez três assistências. Nick é nativo de Prince George, na Columbia Britânica e jogou 12 partidas na NHL pelo St. Louis, Columbus e Pittsburgh desde que foi draftado pelo Blues na sexta rodada (171º escolha) em 2005.

nick-drazenovic-nhl-washington-capitals-pittsburgh-penguins

Ele jogou sete temporadas na AHL com o Springfield, Peoria e WBS, totalizando 296 pontos (113G-183ª) em 444 jogos na temporada regular. Em todas as sete temporadas ele marcou dois dígitos de gols, ultrapassando 40 pontos cinco vezes. Na AHL ele tem 10 pontos (4G-6ª) em 26 jogos na pós-temporada.

Antes de se tornar profissional, Drazenovic jogou cinco temporadas com o Prince George Pumas da Western Hockey League (WHL) de 2002 a 2007, marcando 77 gols, 137 assistências e 214 pontos em 281 jogos da temporada regular.

Drazonevic

Capa

LET’S GO PENS!

Agência Livre: Penguins assina com o defensor Christian Ehrhoff

5342b4a01f66f

O Pittsburgh Penguins assinou com o defensor Christian Ehrhoff um contrato de um ano. O acordo foi anunciado pelo vice-presidente executivo e GM do Pens Jim Rutherford e custou um valor médio anual de U$ 4 milhões.

Ehrhoff, 31 anos, jogou as três últimas temporadas com o Buffalo Sabres, marcando seis gols, 27 assistências e 33 pontos em 79 jogos. Ele foi o melhor jogador do Sabres, com mais tempo no gelo (23:54) e melhor defensor da equipe.

Ehrhoff era capitão alternativo do Sabres e ficou em segundo lugar na temporada passada em hits. 119 no total. Nativo de Moers, Alemanha, Chris jogou 10 temporadas na NHL com o San Jose Sharks, Vancouver e Buffalo, marcando 69 gos, 244 assistências e 313 pontos. Em 2009-10 e 2010-11 ele marcou 14 gols em cada temporada. Ehrhoff tem 34 pontos (7Gols – 27 Assistências) em 73 jogos em playoffs.

christian-ehrhoff-nick-spaling-roberto-luongo-joel-ward-2009-12-23-0-41-1

Nesta imagem, Ehrhoff e Spalling se chocando próximo ao gol. Hoje os dois irão jogar juntos no Penguins

Originalmente selecionado pelo Sharks na quarta rodada (106ª escolha) do Draft de 2001, Ehrhoff teve sua melhor temporada com o Vancouver em 2010-11, colaborando com o avanço do Canucks para afinal da Copa Stanley. Durante a temporada regular ele marcou 14 gols, 36 assistências e 50 pontos. 12 pontos (2 gols – 10 assistências) em 23 jogos na pós-temporada.

Erhoff

Ehrhoff provou ser um dos defensores mais resistentes da Liga, aparecendo em 587 de 622 jogos (94,4%) nos últimos oito anos. Ele representou a Alemanha muitas vezes, incluindo os Jogos Olímpicos de 2002, 2006 e 2010. Ele foi capitão da Alemanha no Campeonato Mundial de2013 e foi nomeado Top 3 do torneio. No Campeonato Mundial de 2010 ele foi nomeado para o All-Star Team do Torneio.

christian-ehrhoff-nachnominierung-514

Capa

LET’S GO PENS!

Agência Livre: Penguins assina com Blake Comeau

ComeauJackets672x412

O Pittsburgh Penguins assinou com o atacante Blake Comeau um contrato de um ano. O acordo foi anunciado pelo vice-presidente executivo e GM do Pens Jim Rutherford e teve um valor médio anual de U$ 700.000.

Comeau, 28 anos, jogou para o Columbus Blue Jackets durante a temporada 2013-14, marcando cinco gols, 11 assistências e 16 pontos e chegou a 197 hits na carreira. Sua melhor temporada foi com o New York Islanders em 2010-11, quando marcou 24 gols, 22 assistências e 46 pontos em 77 jogos.

7772246-e1390780758918

Comeau, natural de Meadow Lake, Saskatchewan, tem 422 jogos na NHL com o NY Islanders, Calgary e Columbus, registrando 72 gols, 92 assistências e 164 pontos. Originalmente selecionado pelo Islanders no Draft de 2004, na segunda rodada (47ª escolha), Comeau jogou em vários times durante sua carreira júnior, conquistando a Western Hockey League (WHL) com o Rockets Kelowna em 2003 e 2005 e a Memorial Cup em 2004. Comeau também jogou pela seleção do Canadá no Campeonato Mundial Júnior em 2006.

36-cbjgame5-37

Capa

LET’S GO PENS!

Agência Livre: Penguins assina com o Goleiro Thomas Greiss

Apr 2, 2014; Los Angeles, CA, USA;   Phoenix Coyotes goalie Thomas Greiss (1) makes a save off a shot by Los Angeles Kings right wing Justin Williams (14) in the second period of the game at Staples Center. Mandatory Credit: Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports

O Pittsburgh Penguins assinou com o goleiro Thomas Greiss um contrato de um ano. O acordo foi anunciado pelo vice-presidente executivo e GM do Pens Jim Rutherford e teve um valor médio anual de U$ 1 milhão.

Greiss, 28 anos, jogou para o Arizona Coyotes na última temporada, registrando 10-8-5 e com uma média de 2,29 gols sofridos e 0,92 defesas em 25 jogos. Antes do Coyotes, Greiss jogou três anos no San Jose Sharks que o selecionaram no Draft de 2014 na 94ª escolha.

thomas-greis-im-tor-514

Nativo de Füssen, Alemanha, Thomas tem 69 jogos em sua carreira na NHL, registrando 27-24-8 e uma média de 2,43 gols sofridos e 0,91 defesas. Ele representou a Alemanha nos Jogos Olímpicos de 2006 e 2010.

Ele jogou também três anos no Worcester Sharks da American Hockey League (AHL), com uma média de 2,47 gols sofridos em 57 jogos na temporada de 2008-09.

tour_Thomas-Greiss-lg1

Capa

LET’S GO PENS!

Draft 2014: Penguins seleciona Jeff Taylor na Sétima Rodada

jeff-taylor

Em sua seleção final, o Pittsburgh Penguins escolheu o defensor Jeff Taylor do Union College na sétima rodada (203ª escolha). Taylor ajudou a Union College a ganhar o Campeonato Nacional NCAA 2014 marcando 16 pontos (3 gols - 13 assistências) em 41 jogos. Taylor foi nomeado ao All-Rookie CEAC Team.

Jeff tem 18 anos e é natural de Clifton, Nova York. Na temporada 2012-13, Taylor jogou pelo Dubuque Saints na USHL, marcando 27 pontos (5 gols-22 assistências) em 57 jogos da temporada regular e cinco assistências em 11 jogos nos playoffs.

rp_primary_JeffTaylor74

628x471 (1)

Em dois dias o Penguins escolheu cinco jogadores. “Nossa prioridade era solidificar nosso ataque, se pudéssemos e achamos muito bom o resultado deste draft”, disse o co-diretor de olheiros Randy Sexton. Apesar das alterações que o Pittsburgh Penguins vem sofrendo, especialmente no Departamento Técnico, Sexton disse que o GM Jim Rutherford deu plena autoridade ao olheiro para fazer qualquer seleção que considerava apta. Eles só precisavam dar ênfase em conseguir atacantes se possível.

A primeira escolha do Penguins, na 22º rodada foi o finlandês Kasperi Kapanen. “Ficamos felizes por termos conseguido selecioná-lo. Estávamos ansiosos e fomos felizes”, disse Sexton que acredita que Kapanen já pode estar pronto para jogar a NHL no próximo ano.

Capa

LET’S GO PENS!

Draft 2014: Penguins seleciona Jaden Lindo na Sexta Rodada

Photo by Terry Wilson / OHL Images.

Na sexta rodada do Draft NHL 2014, o Pittsburgh Penguins selecionou Jaden Lindo (173ª escolha) do Owen Sound Attack da Ontário Hockey League (OHL). Jaden jogou 40 jogos na temporada passada, marcando nove gols, nove assistências e 18 pontos.

Lindo (ó as piada) nasceu em Brampton, Ontário e era o 116º do ranking do Serviço Internacional e Global de Olheiros. Em dois anos ele marcou 14 gols, 26 assistências e 40 pontos em 103 jogos.

Lindos-season-ended-with-a-knee-injury-in-February-OHL-Images

Lindo conta que seu jogo é parecido com o de Wayne Simmonds e Joel Ward, “acho meu estilo de jogo muito semelhante ao deles, que são ambos, jogadores com físicos fortes e eu... sou alto e forte. Gosto de usar meu tamanho e força para minha vantagem. Gosto de separar os jogadores dos discos e criar espaço para meus companheiros de equipe”.

“Nossa prioridade era solidificar nosso ataque, se pudéssemos e achamos muito bom o resultado deste draft”, disse o co-diretor de olheiros Randy Sexton, que completou dizendo que “Jaden Lindo é grande, bom ao longo da parede, pesado na disputa de discos, e bom no forecheck. Ele jogou na Liga Canadense que é uma liga muito parecida com a NHL. Jaden é muito confiável defensivamente".

A primeira escolha do Penguins, na 22º rodada foi o finlandês Kasperi Kapanen. “Ficamos felizes por termos conseguido selecioná-lo. Estávamos ansiosos e fomos felizes em selecioná-lo”, disse Sexton que acredita que Kapanen já pode estar pronto para jogar a NHL no próximo ano.

BrO43bgCYAEfNFt

Capa

LET’S GO PENS!

Draft 2014: Penguins seleciona Anthony Angello na Quinta Rodada

010314Angello

Além de Sam Lafferty, o Pittsburgh Penguins selecionou outro jogador que irá para a faculdade. Anthony Angello foi escolhido na quinta rodada (145ª escolha) com a seleção que receberam do Anahein Ducks em troca de Bem Lovejoy. Angello tem o compromisso de jogar hóquei na Universidade de Cornell.

Angello jogou a temporada 2013-14 no Omaha da USHL, marcando 11 gols, 10 assistências e 21 pontos em 58 jogos. O jovem de 18 anos é natural de Albany, Nova York e estava no 114º lugar no ranking da Central de Olheiros da NHL. Angello diz que, “desempenho um grande papel físico nas batalhas mano a mano. Sou capaz de trabalhar nos cantos e finalizar com meus hits. Não sou um jogador egoísta mas sempre que tenho a oportunidade de marcar, mando o disco para a rede. Eu gosto que a defesa olhe por cima do ombro e diga, “oh não, lá vem o Angello, ele vai me colocar na parede”.

Angello

“Nossa prioridade era solidificar nosso ataque, se pudéssemos e achamos muito bom o resultado deste draft”, disse o co-diretor de olheiros Randy Sexton, que completou dizendo que "Anthony Angello tem realmente bom tamanho, boa habilidade e é duro e pesado na disputa pelos discos”.

Angello

Capa

LET’S GO PENS!