TRICAMPEÃO DA STANLEY CUP! LET'S GO PENS!

sábado, 14 de dezembro de 2013

Pós Jogo - Penguins 3 vs 2 Devils


Parecia fácil, era pra ser fácil, mas não foi... O Penguins venceu o Devils com muita dificuldade, sofrendo até o último segundo, e o grande culpado por tudo isso é o próprio Penguins.
A equipe teve um primeiro período dominante e tinha tudo para repetir a atuação nos outros dois períodos, podendo até mesmo aplicar uma goleada no adversário e ganhar o jogo com show. Além disso parece que o time preferiu se acomodar, até deixar o adversário crescer no jogo e transformar o que parecia fácil em um tormento...

Após uma vitória nunca é bom criticar a equipe, até porque está longe do meu perfil como blogueiro ser um "corneta" que vê defeito em tudo. Mas, dessa vez não tem como deixar de citar que a vitória não foi merecida.
Se tomarmos os 20 primeiros minutos em consideração, e apenas eles, os Pens mereciam os 2 pontos. A partir do segundo período em diante, o Devils dominou o jogo e tinha tudo para vencer... Faltou qualidade ao adversário, e essa talvez foi a sorte do Penguins. Além disso tudo, não podemos deixar de citar os milagres de Fleury... Pensando bem a vitória até pode ser merecida, mas só se for por conta da atuação do goalie (que convenhamos, poderia facilmente ser comparado à um paredão neste jogo).

Fleury mereceu a vitória e até mesmo o jovem Megna mereceu a vitória... Os Pens como conjunto não mereceram. O jogo foi vencido mais pelo déficit técnico do adversário do que por méritos do Penguins.
O que importa são os 2 pontos? Certamente, e é por isso que ninguém vai reclamar em Pittsburgh e todos vão olhar para essa partida no passado e mal se lembrar do sufoco passado atoa. Mas, não se pode esquecer que os dois pontos são importantes agora, mas mais adiante o que valerá é como a equipe está jogando e se ela estará preparada para enfrentar equipes de nível técnico semelhante que estarão brigando pela taça... E com uma apresentação dessas, certamente o resultado não seria positivo.

1º PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Dupuis, Conner e Megna.
GOLS DO DEVILS: Nenhum.
SÍNTESE: O primeiro período foi completamente dominado pelo Penguins. Com um time muito sólido defensivamente e com um ataque fulminante, os Pens conseguiram concretizar uma boa vantagem nos primeiros 20 minutos de jogo. Foram 3 gols marcados, sendo o primeiro deles antes mesmo do jogo ter seu primeiro minuto concluído...
Os números falam por si só. Foram 12 shots do Penguins (com aproveitamento em 3 delas) contra apenas 7 do Devils, fora isso, as chances do time adversário eram em geral muito fáceis de serem interceptadas. Fleury teve pouco trabalho, foi um espectador privilegiado no primeiro período.

2º PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO DEVILS: Elias e Zubrus.
SÍNTESE: A postura no segundo período mudou completamente. O Penguins devastador que havia feito 20 minutos iniciais quase perfeitos ficou no vestiário, voltaram ao gelo jogadores sem vontade de vencer que acabaram sendo despertados da pior maneira.
O Devils tinha uma única oportunidade de voltar ao jogo, fazer dois gols rápidos e anular o jogo dos Pens. Por incrível que pareça, o time de Newark conseguiu exatamente o que precisava... Um pouco por mérito de seus jogadores, outra parte por culpa dos Pens que deixaram o jogo chegar à tal situação. O fato é que Elias e Zubrus fizeram um gol cada e deixaram a partida em aberto. O empate não veio por pouco, mais precisamente por falta de tempo.

3º PERÍODO.
GOLS DO PENGUINS:
Nenhum.
GOLS DO DEVILS: Nenhum.
SÍNTESE: Os 20 minutos finais iniciavam-se completamente abertos. Por sorte o Penguins mudou um pouco a postura, mas ainda estava longe de atuar da mesma maneira que jogou no primeiro período... Aos poucos a equipe ia atacando mais, em compensação ia se abrindo mais defensivamente. Isso gerou boas chances ofensivas (que não foram aproveitadas) e sustos grandes em boas oportunidades do Devils que pararam em Marc-André Fleury, sem dúvidas o principal responsável pela vitória.
Só no terceiro período foram no mínimo 3 defesas espetaculares e muito difíceis. Algumas foram feitas contando com a sorte, outras foram no puro reflexo... Seja do jeito que for, Fleury pegou tudo e garantiu 2 pontos sofridos, que certamente poderiam ter sido conquistados com muito mais tranquilidade.


PLACAR FINAL: Penguins 3 vs 2 Devils.

OBS1: Dupuis foi muito inteligente ao acreditar na falha de Schneider e aproveitar do momento para abrir o placar aos 41 segundos de jogo.
OBS2: Megna foi sem dúvidas o melhor jogador ofensivo da equipe na partida. Fez um gol e mais do que isso, foi o único que não desceu de nível após o primeiro período.
OBS3: De todas as mazelas do segundo período, ao menos algo de bom podemos tirar, o PK. Atuaram muito bem e não deixaram nenhum PPG acontecer, mesmo com as chances do Devils.

TROFÉU DO JOGO: Fleury! Terceiro período fantástico, fez defesas inacreditáveis... Sem dúvidas o responsável pela vitória.
FOGUEIRA DO JOGO: Malkin. Começou muito bem, apararentava estar em um dia bom, mas seu desempenho caiu demais e ele foi um jogador praticamente nulo no gelo.

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Anônimo disse...

Pelo amor né, só assim porque foi jogo pra cardiaco meu amigo...
Malkin tava foda, se não fosse pelo fleury cara, segundo período pens tava feio, sem animo ou algo do tipo, mas sei que ganhamos, e isso importa!

Let`s go Pens!

Manoel.

P.A Coimbra disse...

Manoel,

Realmente ontem foi complicado. Primeiro período parecia que as coisas seriam tranquilas, até estava apostando em uma goleada fácil... Mas esse apagão do segundo período realmente mudou demais a história do jogo, e para pior!! Por sorte Fleury estava inspirado e garantimos os 2 pontos!

Postar um comentário