TRICAMPEÃO DA STANLEY CUP! LET'S GO PENS!

quarta-feira, 23 de abril de 2014

TEMPORADAS dos Penguins – Parte 1: Anos 60 aos 80

Capa 60-80 3
Dica de música para acompanhar o Post de hoje. Kansas – Dust in the Wind:
Chegamos aos playoffs da temporada 2013-14, de modo tranquilo, ganhamos o Título da Divisão Metropolitana com antecedência e garantimos o Segundo Lugar na Conferência Leste. Mas nunca foi fácil para o Pittsburgh Penguins, tivemos temporadas decepcionantes, e também muitas maravilhosas. Neste especial mostrarei um resumo de todas as temporadas, como foi o desempenho do Pittsburgh, se conseguiu ou não chegar aos playoffs e como foram.
Sem título
Pirates1
O Pittsburgh Penguins não foi o primeiro time de hóquei no gelo da cidade de Pittsburgh. O Pittsburgh Pirates disputou a NHL entre 1925-26 e 1929-30, quando se mudou para a Filadélfia e se tornou o Philadelphia Quakers por uma temporada. Eles se mudaram para a Filadélfia devido à Grande Depressão, que afetou seriamente as finanças do time. O Pirates foi o primeiro time a entrar na Liga depois dos seis originais e recebeu o nome em homenagem ao time de beisebol da cidade, que tinha sido campeão da Série Mundial em 1925.
Gerry Lowrey 28 30

O Pirates do hóquei foi ainda o primeiro na cidade a usar as cores preto e dourado (presentes no brasão da cidade), que depois seriam adotadas pelo time de futebol americano Pittsburgh Steelers em 1933 e pelo próprio Pirates do beisebol em 1948. A cidade ficou sem um representante na NHL até 1967, quando a Liga fez a Grande Expansão.
Ao lado o jogador Gerry Lowrey que jogou de 1928 a 1930

Com o sucesso do Pittsburgh Hornets, da AHL nos anos 60, a NHL escolheu a cidade da Pensilvânia para ter um dos seis novos times que entraram na temporada 1967-68. Foi então que surgiu o Pittsburgh Penguins. O time ganhou este nome por causa do estádio coberto Civic Arena, casa na época do Hornets. O estádio, inaugurado em 17 de setembro de 1961 foi apelidado de “Igloo”, por causa da aparência do estádio, especialmente quando coberto por neve.

O time ganhou o nome por causa do estádio, ao invés do contrário, que seria esperado, apesar de os pinguins que dão nome ao time viverem no Polo Sul, enquanto que os esquimós, que constroem os iglus moraremm no Polo Norte.
Pittsburgh-pennsylvania-mellon-arena-2007
Nosso saudoso “Igloo”

ah1lzmhq2ga4g15evfeape9t0O logo do Penguins na época tinha um pinguim com um cachecol, segurando um taco de hóquei em frente a um triângulo que simboliza um dos principais marcos da cidade. Toda esta introdução serviu para chegarmos à temporada de 1967-1968, primeira temporada do Pittsburgh Penguins.
1967-1968
30 anos depois da desistência do Pirates, Pittsburgh tinha um time de hóquei na NHL. O elenco não era muito forte nos primeiros anos e estreou no dia 11 de outubro no Igloo. No jogo, o Penguins perdeu para o Montreal Canadiens por 2 a 1. Duas noites depois, finalmente veio a primeira vitória da equipe, quando bateram o Blues por 3 a 1 em St. Louis.
1967-68
O Penguins terminou a temporada em quinto lugar, com um registro de 27-34-13. Não foi aos playoffs por dois pontos, apesar de perder apenas um dos seus sete jogos finais.
RSCN2310
Em sua temporada inaugural, o Penguins usava o azul e branco. Aqui o goleiro Les Binkley ao lado, o atacante do Toronto Maple Leafs Peter Stemkowski. Dividindo o puck com Stemkowski está o defensor do Penguins, Al MacNeil que jogou todos os 74 jogos pelo Penguins naquele ano. MacNeil veio a ser treinador do Montreal Canadiens, vencendo a Stanley Cup em 1971

1968-1969
Em sua segunda temporada, o Penguins terminou novamente em quinto lugar, fazendo 20-45-11, tornando-se a única equipe das seis que entraram na Expansão a não chegar aos playoffs nas duas primeiras temporadas.
1968-1969
Earl Ingarfield, jogava no Penguins na época, depois fez carreira no Rangers

1969-1970
1969-1970
000096065Finalmente o Penguins conseguiu se classificar para os playoffs, acabando em segundo lugar com o registro de 26-38-12. Nos playoffs, o Penguins venceu os dois primeiros jogos contra o California Golden Seals fazendo 2-1, antes de ir para Oakland e completar a vitória com um gol no tempo extra de Michel Briere.
Ao lado, Michel Briere enfrentando o Montreal Canadiens

Contra o St. Louis o Penguins perdeu os primeiros jogos na estrada, mas se recuperaram e venceram os próximos dois jogos em casa. Não foi o bastante, pois o Blues era mais forte na época, vencendo a série em seis jogos.
Uma tragédia marcou esta temporada. Michel Briere, que fazia sua temporada de estreia, foi gravemente ferido em um acidente de carro depois de voltar para casa, em Malartic, Quebec, ficando em coma.
1970-1971
1970-1971
Picture 5
Com Michel Briere no coma, o Penguins bem que tentou, mas terminou a temporada em sexto lugar, perdendo pela terceira vez a classificação para os playoffs, com um lamentável 21-37-20. Logo após a temporada, Briere faleceu. Ele permaneceu no coma por 11 meses.
Para conhecer melhor a história de Michel Briere acesso nosso Especial sobre ele, AQUI.
1971-1972
1971-1972
O Penguins se recuperou e participou de seu segundo playoff em quatro temporadas com um registro de 26-38-14, batendo o Philadelphia Flyers e garantindo o último lugar da classificação para os Playoffs.
Nos Playoffs, o Penguins foi varrido pelo Chicago Black Hawks em quatro jogos seguidos.
1972-1973
72
Gregpolis
Mesmo com 30 vitórias, o Penguins não conseguiu a classificação para os playoffs nesta temporada. A franquia teve um registro de 32-37-9. O destaque da temporada viria durante o All-Star Game com Greg Polis (foto ao lado), que foi o MVP do jogo realizado no Madison Square Garden, em Nova York, apesar do Oeste ter perdido por 5 a 4.
1973-1974
O Penguins mais uma vez não chegou aos playoffs. Teve 28-41-9, ficando em quinto lugar na Divisão Oeste. Nove pontos de se classificar para os playoffs.

1973-74

1974-1975
1974-75
Nesta temporada, a NHL realinhou as equipes para adicionar novas divisões à Liga. O Penguins foi colocado na Divisão Norris, na Conferência Prince of Wales. A equipe se favoreceu do alinhamento, com uma temporada vencedora, fazendo 37-28-15, terminando em terceiro lugar, se classificando pela terceira vez na história da franquia para os playoffs.
Nos Playoffs, o Penguins bateu rapidamente o St. Louis Blues e logo abriu uma vantagem de 3-0 contra o New York Islanders. No entanto, a apenas um jogo longe das semifinais, o Penguins entrou em colapso e perdeu os próximos quatro jogos para o Islanders. Foi o segundo time da liga a acontecer isso após uma vantagem de 3 a 0. No jogo 7, o Islanders venceu por 1 a 0, no Igloo.
ABrown575
Em 7 de abril de 1975, contra o Atlanta Flames, Andy Brown se tornaria o último goleiro da NHL a jogar sem máscara.

1975-1976
1975-76
Após o colapso nos playoffs da temporada passada, o Penguins sofreu um colapso financeiro, sendo forçados a declarar falência, chegando a ter as portas de seus escritórios trancadas a cadeado. No entanto Albert Savill, Otto Frenzel e Wren Blair resgataram o clube das garras do tribunal de falências em tempo para o início da temporada.

bankrupcy
13 de junho de 1975
O Penguins declara falência pela primeira vez. Especulações diziam que o time podia ser realocado para Seattle.


 A equipe não foi afetada pela má fase e chegou aos playoffs pela segunda temporada consecutiva, registrando 35-33-12. Nos playoffs, o Penguins foi derrubado pelo Toronto Maple Leafs em uma série de três jogos.
1976-1977
1976-77
Pela terceira vez, o Penguins faria os playoffs, após registrar 34-33-13, terminando em terceiro lugar na Divisão Norris. Nos playoffs, o Penguins fperdeu para o Toronto Maple Leafs pelo segundo ano consecutivo em uma série de três jogos.
Michael Plase
















O Goleiro do Penguins na época era Michael Plasse. Adquirido pelo Kansas City em janeiro de 75 e enviado ao Colorado Rockies com Simon Nolet, em compensação a um acordo feito com o “Free Agent” Denis Herron.


1977-1978
1977-78

Depois de três temporadas consecutivas, o Penguins não conseguiu chegar aos playoffs, terminando em quarto lugar, com um registro de 25-37-18. Após a temporada, o Penguins foi vendido para Edward J. DeBartolo.
1978-1979
1978-79

Depois de uma temporada decepcionante, o Penguins se recuperou e terminou a temporada em segundo lugar, com um respeitável histórico de 36-31-13. Nos playoffs, o Penguins deixou o Buffalo Sabres atordoado, vencendo uma série de três jogos. O jogo 3 foi vencido na prorrogação por 4 a 3, com um gol de George Fergusson.

No entanto, na segunda rodada, o Penguins foi varrido pelo Boston Bruins em quatro jogos seguidos.
Schultz

Nesta época o Hockey era realmente “Quente”, os Enforcers (brigões) davam um verdadeiro show. E um que marcou o Penguins nesta temporada foi Dave Schultz (acima). Ele já iniciou sua carreira no hóquei júnior como brigão e quando se tornou profissional, jogando no Salem da EHL. Depois ele foi para o Philadelphia Flyers, onde ficou famoso.

Ele ganhou o apelido de “The Hammer” (O Martelo), pelo seu estilo agressivo no hóquei, fazendo parte dos infames “Broad Street Bullies”. Depois de vencer duas Copas Stanley (1973-74 e 1974-75) com o Flyers ele foi jogar em várias equipes (Pittsburgh Penguins, Los Angeles Kings e Buffalo Sabres). Quando os GMs (Gerentes) das equipes precisavam de músculos no time, o chamavam.

Depois de lesionar o pulso em uma luta, ele começou a envolver a mão com uma proteção, como um boxeador. Esse truque depois ficou conhecido como “Schultz Rule” e se espalhou pela WHA e NHL, até ser temporariamente proibido.

1979-1980
1979-80



Apesar de uma temporada pobre, fazendo 30-37-13, o Penguins terminou em terceiro lugar, se classificando para os playoffs. Nos Playoffs, o Penguins deixou escapar uma vantagem de 2-1, perdendo para o Boston Bruins em cinco jogos.

Em 19 de janeiro de 1980, foi a primeira vez que Wayne Gretzky jogou em Pittsburgh. O Igloo estava cheio e presenciou o Penguins estabelecer o recorde de maior tempo de penalidade em um jogo. 144 minutos. O Edmonton Oilers, time de Gretzky na época também foi recorde, 123 minutos. Russ Anderson do Penguins, definiu o recorde  da equipe, 51 minutos de penalização.

Abaixo o vídeo com os “melhores” momentos do jogo:


O Especial sobre as temporadas do Penguins continua…

Nos acompanhe no Facebook, clicando na Imagem:

Capa
 
LET’S GO PENS!

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Ricardo Fradique disse...

Muito boa a matéria. Ótimo conteúdo.

Cara, que jogo bruto foi esse com os Oilers?

Postar um comentário