TRICAMPEÃO DA STANLEY CUP! LET'S GO PENS!

terça-feira, 22 de abril de 2014

Playoffs 2014 – Áreas a melhorar

485680791_slide

Apesar de o Pittsburgh Penguins estar vencendo por 2 a 1 a série melhor de sete dos playoffs contra o Columbus Blue Jackets, muitas áreas ainda precisam melhorar. No jogo desta segunda-feira, eles mostraram grande esforço depois de um começo ruim e foram recompensados no final do jogo com a vitória. Aqui, uma análise de algumas áreas específicas e sugestões para melhorar o desempenho da equipe.

485973729_slide

Power Play

O melhor Power Play da NHL na temporada regular está apenas 3-17 (17,6% de aproveitamento) nos três primeiros jogos dos playoffs. As equipes especiais são cruciais para determinar os vencedores e os perdedores dos jogos. Sendo justo, a equipe de Columbus foi agressiva e caçou os jogadores do Penguins, frustrando suas jogadas, evitando os passes que cruzam o gelo e facilitam a chegada da equipe ao gol. Sergei Bobrovsky não tem boas estatísticas no PK (0,875%), mas tem sido forte enquanto sua equipe está com um homem a menos.

A questão para o Penguins são os tiros a gol. 24 tiros a gol, em 17 Power Plays não é a chave para sucesso. A defesa de Columbus vem dando muito espaço para o Penguins atirar o disco, o que resultou em vários pontos para Paul Martin (6 assistências em 3 jogos) e Matt Niskanen (2 gols, 2 assistências).

485951789_slide

O Pens precisa trabalhar melhor o Power Play, fazendo passes inteligentes para que o puck chegue a James Neal e Evgeni Malkin em posições para disparar. Esta é uma correção básica, mas é bastante clara, sendo que o Columbus é agressivo (e bem sucedido) pressionando o Pens, evitando jogadas próximas ao gol, onde Malkin ou Sidney Crosby possam marcar.

Estrelas

crosby-malkin-101228

Crosby, Malkin, Neal e Chris Kunitz são todos goleadores, menos nestes três primeiros jogos. A equipe técnica do Penguins devem lembrar que o Columbus tem bons jogadores defensivos e treinadores com esquemas para limitar o jogo das estrelas, oferecendo menos espaço para eles jogarem.

Ainda assim, há algumas boas indicações para o Pens. Crosby foi melhor confrontando Jack Johnson na noite passada e chutou mais a gol (13-4), quanto os dois estavam no gelo. Malkin jogou melhor do que Crosby, mantendo o disco na zona ofensiva por mais tempo.

James Neal tem 16 tiros a gol em três jogos. Ainda não marcou gols, mas vem mantendo uma boa produção. O problema deles não é a criação de oportunidades para disparar o puck ao gol, ou receber o passe na zona ofensiva. Os tiros a gol estão simplesmente batendo em Sergei Bobrovsky, goleiro do Columbus.

485962585_slide

Bobrovsky é um bom goleiro, mas também é inconsistente. Ele defendeu os primeiros 25 tiros do Penguins no jogo 3 e parecia quase que tecnicamente perfeito. Seguia o disco com facilidade, suprimindo rebotes. Até que Brooks Orpik (dente tantos) conseguiu marcar o gol, mostrando que Bobrovsky é um goleiro talentoso, mas superável. As estrelas do Pens só precisam executar melhor as jogadas para vencê-lo.

Defesa

Dec 29, 2013; Columbus, OH, USA; Columbus Blue Jackets center Mark Letestu (55) passes the puck as Pittsburgh Penguins defenseman Rob Scuderi (4) during the second period at Nationwide Arena. Mandatory Credit: Russell LaBounty-USA TODAY Sports

É difícil não concordar quando os críticos dizem que Rob Scuderi passou de “The Piece” (A Peça) para “The Anchor” (A Âncora). Ele está afundando sob a pressão.

No jogo 1, 26 vezes o Columbus entrou na zona de ataque pelo lado onde Scuderi joga no gelo. Dezesseis tiros a gol foram disparados ao lado de Scuderi. Uma destas tentativas se tornou uma penalidade por interferência de Scuderi, que acabou se convertendo em gol no PP.

Esta foi a interferência que resultou no gol:

ScuderiPenaltyGame1

Com o Penguins tentando proteger a vantagem de apenas um gol no Jogo 1, isso aconteceu:

2

Não há dúvidas de que a gestão do Penguins viu (ou pelo menos, meses atrás “viu”) Scuderi como um defensor de qualidade. Até mesmo por isso o colocaram ao lado de Kris Letang, talentoso mas propenso a erros.

Mas é óbvio que Scuderi não pode cobrir os erros de outros jogadores. Talvez seja a lesão na perna que o deixou algum tempo fora na temporada, talvez ele não precisasse ter voltado este ano. Talvez seja apenas a idade e a progressão de um defensor mais velho que nunca foi tão rápido, mesmo em seu auge.

De qualquer forma, o Penguins realmente precisa fazer uma mudança. Hockey Profissional não é uma meritocracia. Sentimentos e intuições ainda são fatores que um treinador humano tem de usar para construir uma equipe completa a cada noite. Não está funcionando com Scuderi, não importa a maneira ou se há esperanças de melhorar o jogo com ele, se o Penguins é melhor com Scuderi fora do gelo.

485974535_slide

Scuderi é um alvo, e com razão. Columbus está tendo sucesso quando o fazem de alvo. Em cada um dos três jogos ele levou uma pequena penalidade. Seria corajoso da parte de Bylsma, reverter esta situação e sacudir sua defesa, especialmente agora vindo de uma vitória. Mas olhando para frente, é quase impossível imaginar que o desempenho de Scuderi melhore nos playoffs. O treinador tem de avaliar isso e tomar a melhor decisão para que o time possa jogar melhor, para Vencer.

Imagens: Getty Imagens

Gif: PensBurgh

Nos acompanhe no Facebook, clicando na Imagem:

Capa

LET’S GO PENS!

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Lego Green disse...

Não e só Scuderi , Fleury também não vem bem , já foram 3 jogos e ele tomou 10 gols , tá díficil... Se pegar um Boston Bruins da vida já era , nos estamos jogando contra o pior time dos Playoffs e estamos tomando sufoco , assim não dá...

Postar um comentário